Loader Website
Sobre
Notícias
Fórum
Contactos
Precisa de ajuda?
Área Reservada

Avaliação Longitudinal de Follow-up Intercalar em Adolescentes (A-LIFE)

Nome do Instrumento (versão portuguesa): Avaliação Longitudinal de Follow-up Intercalarem Adolescentes (ALFIA) 

Nome do instrumento (versão original): Adolescents Longitudinal Interval Follow-up Evaluation (A-LIFE) 

Autores e data (versão portuguesa): Matos et al. (2011). 

Autores e data (versão original): Keller, M., Lavori, P., Friedman, B., Nielsen, E., Endincott, L., McDonald- Scott, P. & Andreasen, N. (1987). 

Descrição geral: A entrevista avalia o funcionamento psicossocial do adolescente, ao longo do tempo. Apresenta uma escala de resposta Likert de 5 pontos, que varia entre 1 (“muito bom”) e 5 (“muito pobre, invalidação grave”). A nota global, que reflete o grau de funcionamento do adolescente durante a pior semana do mês anterior, obtém-se através de um somatório. Pontuações mais altas traduzem-se num funcionamento mais pobre. 

Fatores:

 ● Psicopatologia  

● Funcionamento psicossocial 

o Trabalho 

o Relações interpessoais 

o Atividades recreativas 

o Satisfação global 

● Gravidade geral da doença  

Resumo de dados psicométricos: A secção funcionamento psicossocial da entrevista foi traduzida, adaptada e estudada numa amostra de 41 adolescentes entre 12 e 18 anos – 25 adolescentes da população geral e 16 clinicamente referenciados. Os resultados indicaram que existem diferenças estatisticamente significativas entre o grau de funcionamento psicossocial dos adolescentes de população geral e dos adolescentes clinicamente referenciados.

Referência (versão portuguesa): Matos, A. P., & Costa, A. S. (2011). Tradução da Entrevista A-LIFE - Adolescents Longitudinal Interval Follow-up Evaluation - Estudo Preliminar do Funcionamento Psicossocial numa Amostra de Adolescentes Portugueses [Dissertação de mestrado, Universidade de Coimbra]. http://hdl.handle.net/10316/18496  

Referência (versão original): Keller, M., Lavori, P. , Friedman, B., Nielsen, E., Endincott, L., McDonald- Scott, P. & Andreasen, N. (1987). The Longitudinal Interval Follow- Up Evaluation: A comprehensive method for assessing outcome in prospective longitudinal studies. Arch Gen Psychiatry, 44, 540-54. https://doi.org/10.1001/archpsyc.1987.01800180050009

Nome do Instrumento (versão portuguesa): Avaliação Longitudinal de Follow-up Intercalar em Adolescentes (ALFIA)

Nome do instrumento (versão original): Adolescents Longitudinal Interval Follow-up Evaluation (A-LIFE)

Autores e data (versão portuguesa): Matos et al. (2014).

Autores e data (versão original): Keller, M., Lavori, P., Friedman, B., Nielsen, E., Endincott, L., McDonald- Scott, P. & Andreasen, N. (1987).

Descrição geral: A entrevista avalia o funcionamento psicossocial do adolescente, ao longo do tempo. Apresenta uma escala de resposta Likert, de 5 pontos e a nota global obtém-se através do somatório. 

Fatores:

● Psicopatologia 

● Funcionamento psicossocial

o Trabalho

o Relações interpessoais

o Atividades recreativas

o Satisfação global

● Gravidade geral da doença 

Resumo de dados psicométricos: A entrevista foi estudada numa amostra de 25 adolescentes – 17 dos quais eram doentes num hospital psiquiátrico e 8 com diagnóstico confirmado por entrevista – com idades entre os 12 e 18 anos. Foi estudada a evolução da psicopatologia, em adolescentes em contexto clínico, através da entrevista. No estudo da validade consensual, foi encontrado um valor de kappa moderado para perturbações de ansiedade, fraco para perturbação depressiva major e um bom valor de kappa para a perturbação de hiperatividade e défice de atenção. O grau de concordância entre o diagnóstico feito pela entrevista A-LIFE e por clínicos revelou-se estatisticamente significativo para a perturbação de hiperatividade e défice de atenção e também para as perturbações de ansiedade.

Referência (versão portuguesa): Matos, A. P., & Martins, I. (2014). A-LIFE interview: a longitudinal study of the course of psychological status, psychosocial functioning and some pshycometric properties [Dissertação de mestrado, Universidade de Coimbra] http://hdl.handle.net/10316/25606  

Referência (versão original): Keller, M., Lavori, P., Friedman, B., Nielsen, E., Endincott, L., McDonald- Scott, P. & Andreasen, N. (1987). The Longitudinal Interval Follow- up Evaluation: A comprehensive method for assessing outcome in prospective longitudinal studies. Arch Gen Psychiatry, 44, 540-54. https://doi.org/10.1001/archpsyc.1987.01800180050009  

Utilizamos cookies próprios para lhe oferecer uma melhor experiência. Para saber que cookies usamos e como os desativar, leia a política de cookies. Ao ignorar ou fechar esta mensagem, e exceto se tiver desativado as cookies, está a concordar com o seu uso neste dispositivo.